Transar menstruada aumenta as chances de contrair DSTs?

Médicas explicam o porquê do corpo ficar mais suscetível às doenças sexualmente transmissíveis durante o período menstrual.

Menstruação é sinônimo de sexo sem a possibilidade de engravidar, certo? Errado! Ter relações sexuais sem camisinha durante o período menstrual é um grande erro. Mulheres com o ciclo curto, por exemplo, podem ovular no sétimo dia da menstruação e, consequentemente, há boas chances de engravidar nesse período.

Além disso, transar menstruada também aumenta as chances de contrair doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) – ou ISTs (infecções sexualmente transmissíveis), que é a nova sigla adotada pela comunidade médica.

Fernanda Torras, médica da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, explica que o período menstrual traz mudanças que favorecem a contaminação de doenças.

“Nesse período as barreiras naturais diminuem, pois há um aumento de toda a vascularização e circulação sanguínea no útero, vagina e vulva, a redução da imunidade celular local (induzida pela progesterona da segunda fase do ciclo), o aumento do Ph vaginal e a abertura do colo uterino durante o fluxo menstrual”, pontua Fernanda.

Por isso, o conselho primordial para um momento cheio de prazer e segurança é apostar na camisinha – só que apenas nela. Essa ressalva é feita por Bárbara Murayama, médica coordenadora da Clínica da Mulher no Hospital 9 de Julho, porque algumas mulheres  tentam estancar o sangue ao transar, e isso é extremamente perigoso.

“É importante dizer para não ter relação com absorvente interno, nem colocando copinho e nem nada. Tem algumas meninas que colocam gase ou algodão na vagina para segurar o sangramento. Isso não deve ser feito – e pode aumentar as infecções na vagina”, enfatiza Bárbara.

Já sobre a limpeza após transar menstruada, as indicações médicas não mudam. “Banho normal. Depois da relação sexual fazer xixi para evitar infecção de urina e tomar um banho normal. Não é necessário e não se deve fazer nenhuma higiene por dentro da vagina, apenas externamente”, explica Bárbara. Fernanda também afirma que o indicado é água corrente e sabonete neutro para evitar a retenção de fluidos e sangramentos, que aumentam as chances de alterações e infecções locais.

Com prevenção, há bons motivos para transar no período menstrual

Fernanda Torras explica que a libido varia durante o mês e que ela fica em alta principalmente durante a ovulação, no meio do ciclo. Só que muitas mulheres também percebem o desejo latente durante a menstruação. Isso acontece porque as extremidades nervosas do aparelho sexual feminino ficam mais sensíveis com maior dilatação dos vasos sanguíneos – isto é, com a liberação do sangue.

“Além do aumento da libido, também há melhora da sensação de lubrificação e bem-estar pelas endorfinas durante o ato sexual, que aliviam os sintomas menstruais do período. Muitas mulheres então notam neste período aumento da libido e maior facilidade em atingir o orgasmo”, acrescenta a médica.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios