Sem diálogo com os produtores, prefeito de Itaberaba muda local e nome da exposição agropecuária 2019 e desagrada

A decisão considerada autoritária, desagradou os produtores e o Sindicato Rural, que decidiu realizar a Expovale 2019 no parque agropecuário

Mudança do local da exposição criou mal estar entre os produtores rurais e dirigentes sindicais.

A Expovale, Exposição Agropecuária do Médio Paraguaçu, realizada por dois anos e que nasceu da parceria entre o Sindicato Rural de Itaberaba e a Prefeitura, já mudou de nome e, em 2019, por decisão do prefeito Ricardo Mascarenhas, não será realizada no Parque de Exposição da cidade, onde, tradicionalmente, o Sindicato realizou mais de 10 exposições. A mudança foi anunciada em matéria publicada no site da prefeitura sob o titulo: ExpoParaguaçu 2019, informando o novo local: “A Exposição Agropecuária do Piemonte do Paraguaçu, que acontece em Itaberaba pela terceira vez em 2019, mudou de nome e de local. Diante do sucesso das edições anteriores, a Prefeitura de Itaberaba firmou parceria com o Governo do Estado para a realização do evento que, no próximo ano, passará a se chamar ExpoParaguaçu e será realizada no Horto Florestal Municipal, localizado às margens da BR 242, em um espaço de quase 70 mil metros quadrados”.

Divergencia

O presidente Alfredo Bezerra afirma que a Expovale será realizada no parque de exposições do sindicato.

A mudança desagradou profundamente a todos os produtores rurais do município e região, especialmente, os dirigentes do Sindicato Rural. Ao lançar o grupo de Whatszapp  denominado “Expovale 2019”, o agrônomo e agropecuarista Alfredo Bezerra, presidente do Sindicato Rural, ao ser abordado sobre a mudança anunciada pela prefeitura,  disse: “Não fui comunicado”. Em seguida afirmou que “a nossa Expovale continua em nosso tradicional Parque de Exposições”.

Articulador dos produtores, Marquinhos do Leite é contra as mudanças propostas pela prefeitura.

Sem ouvir os produtores, sem dialogar nem planejar com os dirigentes sindicalistas e ruralistas, o prefeito Ricardo deu uma clara demonstração de rompimento com a parceria que mantinha com o Sindicato, analisaram alguns produtores, que se confessaram indignados.

Marquinhos do Leite, um dos organizadores da Expovale e principal motivador do Leilão Balde Branco, de vacas leiteiras, reforçou a decisão do presidente do Sindicato  afirmando: “A exposição  não é um evento da prefeitura nem da vaidade individual de ninguém, é do agronegócio, dos produtores rurais”, e conclamou a participação de todos os produtores, salientando que a Expovale “vai acontecer no parque agropecuário”.

O pecuarista João Alvim pede respeito aos produtores rurais.

Outro pecuarista entusiasta da Expovale, João Alvin, defende a realização do evento no parque de exposições agropecuárias: “Parabenizo a direção do sindicato pela firmeza de propósitos em manter a realização da Expovale no parque”, disse acrescentando, “vamos fazer uma Expovale, sem vaidades e sem rancor, cada vez mais pujante e forte, que traga benefícios para nossa região, para o crescimento do agronegócio. O que queremos é que o produtor rural seja respeitado”, salientou João Alvin.

O parque de exposições agropecuárias do Sindicato Rural dispõe de estrutura adequada para os grandes eventos do agronegócio.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios