Eleições 2018Flash

PT aprova Haddad para substituir Lula como candidato à Presidência

Hoje era o último dia para que a coligação petista substituísse o ex-presidente na chapa, sob pena de ficar de fora das eleições de 2018

O candidato à vice-presidente do Partido dos Trabalhadores, Fernando Haddad, deixa a sede da Polícia Federal, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso, depois de visitá-lo, em Curitiba – 03/09/2018 (foto: Rodolfo Buhrer/Reuters)

A Executiva Nacional do PT aprovou na tarde desta terça-feira 11 o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) como o novo candidato do partido à Presidência da República. Haddad vai substituir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que teve a candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base na Lei da Ficha Limpa.

Hoje era o último dia para a coligação “O Povo Feliz de Novo” (PT, PCdoB e Pros) substituir seu candidato, depois do prazo de dez dias dado pelo TSE ao rejeitar o registro do ex-presidente.

Durante os últimos dias, o partido apresentou uma infinidade de recursos para tentar garantir o direito de Lula concorrer sub judice ou para, ao menos, estender o prazo, mas diante das negativas do Judiciário, a solução foi realizar a substituição, que será oficializada em um ato em Curitiba, na frente da Polícia Federal, onde Lula está preso desde abril.

Está prevista a leitura de uma carta do ex-presidente anunciando seu apoio ao nome de Haddad. O ex-prefeito apresentou um crescimento na última pesquisa Datafolha, passando de 4% para 9% após duas semanas. Ele aparece em empate técnico em segundo lugar, empatado com Ciro Gomes (PDT), com 13%, Marina Silva (Rede), com 11%, Geraldo Alckmin (PSDB), com 10%. (Fonte: veja.com

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *