Profissionais da saúde denunciam cruéis perseguições do prefeito Gidu em Boa Vista do Tupim

As técnicas de enfermagem Janeide, Veridiane e Jucileide, denunciam as arbitrariedades do prefeito do PT.
As técnicas de enfermagem Janeide, Veridiane e Jucileide, denunciam as arbitrariedades do prefeito do PT.

Mais uma denúncia veio a público, revelando as crueldades e perseguições praticadas pelo prefeito João Passos Trabuco Gidu (PT), contra os profissionais de saúde do município de Boa Vista do Tupim. Desta vez foi durante o comício realizado pelo candidato Helder Lopes Campos Dinho (PSDB), na praça do Bairro do Carmelito, onde três servidoras municipais da saúde, as técnicas de enfermagem Janeide, Veridiane e  Jucileide, que trabalham no hospital da cidade, subiram ao palanque e bradaram de alto e bom som: “Passamos dias angustiantes dentro do Hospital Municipal devido as humilhações e perseguições”, lamentou Veraneide acrescentando que “no hospital falta, medicação, material e só agora foi instalado o novo Raio X, depois de três anos e sete meses sem atendimento”.  A técnica de enfermagem Janeide, criticou o fato do hospital estar climatizado, com paredes da emergência e da pediatria pintadas, “mas se esqueceram de valorizar os servidores, pintaram o hospital mas se esqueceram de acabar com o foco de calazar, que está matando crianças atendidas na pediatria”, protestou. Denunciando o agressivo regime de perseguição da administração do prefeito do PT, ela revelou que “ninguém pode reclamar de nada, trabalhamos sob ameaças, se criticar será transferido para a zona rural”. Diante de tanta denúncia a multidão na praça superlotada, reagiu indignada ao saber que aquelas enfermeiras, que sempre atendem com carinho no hospital, passam por tanto sofrimento.

Administração desastrosa e perseguidora

“Estamos aqui nesta noite para denunciar esta gestão desastrosa, perigosa e perseguidora” bradou Janeide, revelando toda sua mágoa e revolta como profissional. Ela acrescentou que “as viagens que fazemos a Salvador acompanhando pacientes, é sem diárias, onde colegas já desmaiaram de fome. Viajamos em ambulâncias sucateadas, arriscando nossas vidas e dos pacientes”, bradou Janeide.

Em entrevista à redação de O Paraguaçu, Janeide informou que o prefeito não paga adicional por insalubridade (exigência legal para quem trabalha em hospitais), “e sonegou o adicional noturno desde o início do ano”, acrescentou.

“Eu conheço Dinho de ouvir falar, que ele é honesto, um homem sério, trabalhador, que não gosta de mentiras”, aclamou a técnica de enfermagem Janeide, do alto do trio elétrico, para a multidão que aplaudiu com entusiasmo. Ao encerrar, apelou para o combate à corrupção e disse que “o Brasil vai ser passado a limpo e vai começar por Boa Vista, com Dinho libertando o município da má administração”.

Naquela noite, uma grande multidão, estimada por representes da PM em mais de 3.000 pessoas, acompanhou o candidato a prefeito Dinho Campos, seu candidato a vice-prefeito Leo Satélite (PMDB), o deputado estadual Adolfo Viana (PSDB), e o ex-prefeito Hiran Nascimento, percorrendo um quilômetro de caminhada, do centro da cidade até o Carmelito, numa demonstração de que o povo tupinense exige mudança e pede a saída do prefeito que passou a ser chamado de “João Gogó”.

Dinho caminhou sob os aplausos da multidão.
Dinho caminhou sob os aplausos da multidão.
O ex-prefeito Hiran Nascimento participou da caminhada em apoio a Dinho e Léo.
O ex-prefeito Hiran Nascimento participou da caminhada em apoio a Dinho e Léo.
Povo compareceu em massa e superlotou a praça do Carmelito.
Povo compareceu em massa e superlotou a praça do Carmelito.

dsc01890

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios