Prefeitura de Milagres promove recuperação da cidade com recursos próprios desmente Fake News

A enchente do dia 3 de dezembro deixou o município em Situação de Emergência.

A mais de trinta dias da tromba d’água que provocou vários danos na cidade de Milagres, a prefeitura, seguindo o planejamento do Governo da Reconstrução, promove a recuperação das áreas atingidas e vem garantindo apoio a desabrigados com aluguel social, utilizando recursos próprios. Dentre as primeiras medidas, a limpeza das ruas foi promovida com o emprego de 80 trabalhadores, além de caçambas, máquinas e tratores. Para combater os “Fake News” espalhados por  mensageiros da oposição que alardeiam mentiras, o setor de comunicação divulgou áudio em que esclarece à população os esforços empreendidos pela administração para solucionar os grandes problemas urbanos e sociais.

Apesar das viagens empreendidas pelo prefeito Cézar de Adério (PP) junto aos órgãos de defesa civil e gabinetes dos governos estadual e federal, a prefeitura não recebeu nenhum repasse de verba para compensar os estrados definidos, inclusive, por Decreto de Situação de Emergência, cita o comunicado.

O áudio desmente a “Fake News” que informa 5.000 desabrigados, enquanto o superintendente da Defesa Civil cita famílias afetadas por danos nas ruas atingidas pelas enxurradas.

Ouça o áudio da Comunicação da Prefeitura:

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios