FlashMilagres

População de Milagres vai às ruas em protesto contra os abusos cometidos pela presidência da Câmara de Vereadores

Município corre risco de entrar em colapso, diante da recusa da Câmara em aprovar a suplementação para remanejamento de verbas do Orçamento

O povo percorreu as ruas protestando contra os abusos dos vereadores que são chamados de “inimigos de Milagres”.

Indignada com a postura da vereadora Roberta Carvalho Oliveira Sampaio (PR), presidente da Câmara de Milagres, a população saiu às ruas nesta terça-feira, 3, para protestar contra “os crimes cometidos pela vereadora” (bradaram nos caros de som), que tem impedido a votações de importantes projetos a bem da coletividade, impedindo o funcionamento dos setores de saúde, educação, assistência social e até a limpeza pública. Conta o vereador Roberto de Lourival (PCdoB), líder da minoria no Legislativo, que “usando de má fé”, Roberta manipula a  bancada da maioria de cinco vereadores, que segue a orientação do ex-prefeito derrotado Antônio Galego, e vem rejeitando os pedidos de suplementação orçamentária, prejudicando o funcionamento de todos os setores da administração.

Orçamento engessado

Hospital Municipal que foi totalmente modernizado, pode ser fechado por culpa dos vereadores da oposição.

Para este ano de 2018, o Orçamento Municipal tem receita e despesa prevista em 32.014.524,00, porém a Mesa da Câmara só autorizou apenas 10% de suplementação, cujo remanejamento de verbas já se esgotou. Conforme o secretário de finanças, Danilo Pierri Santana, tudo que podia ser empenhado foi pago em junho, e para pagar as demais despesas em julho, precisa da suplementação que os vereadores reprovaram.

O Prefeito Municipal lembra que todos os pagamentos de pessoal da Prefeitura estão em dia, tendo inclusive antecipado os salários de todos os servidores estatutários e contratados, na semana dos festejos juninos, quando injetou na economia local mais de R$1.5 milhão. “Nossa preocupação é com o atendimento à população, que neste mês de julho já não poderemos abastecer as ambulâncias, nem comprar remédios, merenda escolar, ou pagar salários dos trabalhadores de todos os setores”, reage o prefeito com preocupação.

Povo nas ruas

Diante do colapso que a emaça a prefeitura, muitos servidores e a população saíram nas ruas, protestando contra a atitude da vereadora Roberta, que não foi encontrada em casa nem na câmara para dar esclarecimentos.

Revoltada a professora Ramona Franciny, da rede municipal de ensino, publicou uma nota de protesto nas redes sociais chamando a “comunidade milagrense para juntos unirmos nossas forças contra os desmandos de uma jogada política”.

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *