Policiais Militares espancam violentamente um cidadão em Andaraí

Violentamente espancado Railson quase perde a visão.

Revoltada, a população da cidade de Andarai, na Chapada Diamantina, vem pedindo justiça contra um bárbaro espancamento cometido pela PM no ultimo sabado, 7, nas ruas.

No HGE, a vítima será sebmetida a duas cirurgias para restaurar duas fraturas ósseas na face.

A vitima, o cidadão Railson, ficou com rosto transfigurado. “Imagine a dor de um pai quando suas filhas pequenas não o reconhecem no hospital por ele ter sido brutamente espancado”. Esta sensação foi vivida por Railson José Souza, 41, que no último sábado foi violentamente agredido pela Polícia Militar de Andaraí.

Railson sofreu violentos cortes, chutes e escoriações por todo o corpo.

Segundo familiares e testemunhas, Railson estava em uma localidade conhecida como Bernadino e entrou em discussão com um policial à paisana. Logo uma viatura apareceu no local e, sobre o pretexto de controlá-lo, dois polícias desferiram dezenas de chutes, cacetada, murros, pisões, transfigurando o rosto do rapaz.
Revoltada com o crime cometido por quem deve proteger, a população andaraiense lotou o plenário da sessão da Câmara, pedindo aos vereadores e as autoridades municipais que tomem providencia sobre o fato.

A família se queixou de dificuldades e obstáculos que impediram de registrar queixa imediatamente, alegando má vontade na delegacia. Mas informaram que a queixa foi devidamente registrada na segunda-feira, depois da chegada do Maj PM Muniz, vindo da Companhia PM de Lençois.

Railson está internado no Hospital de Andaraí, aguardando transferência para Salvador onde possa avaliar os danos e as lesões provocadas pela ação truculenta.

A vitima foi transferida em estado grave para o HGE, em salvador, onde espera ser submetido a duas cirurgias de fraturas ósseas na face.

 

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios