PF prende ex-prefeitos e vereadores por desvio de dinheiro público

Do UOL, em São Paulo

  • Edilson Lima/Agência A Tarde

    Policiais federais deflagraram uma operação nesta terça-feira (13), em Salvador e mais 25 municípios baianos, além de Aracaju e Brasília. Veja mais imagens do diaPoliciais federais deflagraram uma operação nesta terça-feira (13), em Salvador e mais 25 municípios baianos, além de Aracaju e Brasília.

A Polícia Federal (PF) prendeu 18 pessoas, entre ex-prefeitos, vereadores, secretários municipais e funcionários públicos baianos acusados de participar de um esquema de desvio de recursos públicos destinados principalmente à educação. No total, a Justiça Federal determinou a prisão temporária de 29 pessoas. Entre elas estão os atuais prefeitos de Fátima, José Idelfonso Borges dos Santos, e de Sítio do Quinto, Cleigivaldo Carvalho Santarosa, que ainda não foram localizados.

Além de Fátima e Sítio do Quinto, foram constatadas irregularidades nos municípios de Heliópolis, Ipecaetá, Aramari, Banzaê, Ribeira do Pombal, Água Fria, Novo Triunfo, Itiruçu, Ourolândia, Santa Brígida, Paripiranga, Itanagra, Quijingue, Sátiro Dias, Coração de Maria, Cícero Dantas, Lamarão e São Francisco do Conde. A maioria dos mandados, contudo, devem ser cumpridos em Fátima, a cerca de 340 quilômetros da capital baiana, Salvador, onde funcionários da prefeitura confirmaram a prisão do secretário de Finanças, José Roberto Oliveira do Nascimento. Segundo o jornal “A Tarde”, o ex-prefeito Osvaldo Ribeiro do Nascimento, pai de José Roberto, também foi preso.

Em Fátima, o secretário de Educação, Cidney Andrade, e a mulher dele, Maria Iva Rodrigues de Carvalho, que é diretora de escola pública, também foram detidos.

Foram detidos também o vereador Francisco Borges de Santana e do ex-secretário de Finanças, Erivaldo Costa de Santana, além de José Uilson Batista Reis, José de Jesus Souza, Damião Santana e José Durcival Nascimento Santos, que não tiveram os cargos divulgados.

As investigações policiais indicam que, ao longo de pelo menos uma década, funcionários públicos e empresários desviaram pelo menos R$ 30 milhões das 20 cidades baianas. Os recursos eram desviados do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Edução (Fundeb), entre outros programas federais, estaduais e municipais. O grupo utilizava empresas de fachada e laranjas contratados para realizar serviços de engenharia, de transporte escolar e eventos sociais.

Deflagrada nesta terça-feira (13), com o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU), da Receita Federal e da Previdência Social, a Operação 13 de Maio ocorre simultaneamente em 26 municípios baianos, além de Aracaju e Brasília. Quatrocentos policiais federais, 45 servidores da CGU e 45 da Receita Federal participam da ação. Devem ser cumpridos 29 mandados de prisão temporária e 83 de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal, que também determinou o afastamento cautelar de sete pessoas de qualquer função pública.

Os envolvidos responderão pelos crimes de responsabilidade, mau uso de recursos públicos, lavagem de dinheiro, peculato, organização criminosa, uso de documento falso e crimes previstos na Lei de Licitações. (Com Agência Brasil e A Tarde)

Um comentário

  1. VISÃO AMBIENTAL
    VISÃO ato ou efeito de ver função Ambiental assegurada pelos olhos e pelo cérebro dos homens, e da maioria dos animais que informa ao indivíduo a distancia a forma e a cor dos objetos colocados em seu campo visual, modo de entender ou compreender alguma coisa de grande necessidade a vida como o Meio Ambiente.
    A falta de vegetação nos mananciais e margens de rios e igarapés está revelando um filme triste e devastador.
    O desmatamento em bacias hidrográficas contribuiu para diminuição e a quantidade e qualidade das águas tanto na superfície ou subterrânea.
    A TERRA tem a propriedade dos corpos sólidos que determina sua resistência ao impacto de choques mecânicos e criar um novo seguimento.
    A RESTAURAÇÃO de cílios mediadores e matas ou florestas entre outras medidas para chegar á água potável necessário a todos os seres, fonte de vida.
    HÁ QUANTOS ANOS MAIS O GOVERNO FEDERAL ira protelar por detalhamento de estudo que não chega a um denominador que faça a sociedade feliz com o seu Gov. sabendo-se que existem muitos projetos que bate de frente na eficiência de tornar potáveis as águas deste PAÍS.
    O PAPEL DA FLORESTA é muito mais rico que os poucos valores detalhado por esse Gov. e seus seguidores, esse planeta tem dono e as nascentes se recuperam ao comando do dono do Planeta.
    ENCHENTE E ASSORIAMENTO andam juntos nos lugares que a floresta desapareceu essa dupla sai arrastando tudo que encontra pela frente como, fezes de bois, porcos, galinhas e animais mortos, para os depósitos de águas dos Cantareira do Brasil. VOLUME MORTO está lotado desta matéria contaminada que está sendo distribuída á população que paga as contas.
    A FLORESTA além de evitar assoreamento, aumenta o nível de água dos reservatórios, tornarem potáveis faz parte do seguro de águas para todos os povos do Planeta.
    DENTRO de tantas funções que as florestas têm, é a de produzir substancias que ajudam no carregamento dos rios voadores que também são esquecido pelos sábios do meio ambiente.
    Desmatamento na Amazônia é negativamento em tudo que se refere sobre meio ambiente, a começar por um solo misto ou arenoso que provoca erosão e emprobecimento do solo com grande rapidez se torna um solo evaporativo acelerador de ventos nos corredores ecológicos, formando ciclones e tufões formadores de desertos por intenso uso do solo em monocultura.
    O GOVERNO FEDERAL está contribuindo e muito com o desmatamento, e o PAC PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRECIMENTO fechando os olhos para o mal do Meio Ambiente.
    AS SECAS dos anos1915- 1930- 1932-1950-1970-2013 tudo isso foi falta de Meio Ambiente.
    O PODEROSO DEUS DE ABRAÃO ESTÁ REUNINDO A SUA IGREJA.
    JOÃO DE DEUS FERREIRA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *