Passageiros continuam sumidos após naufrágio que matou criança

Duas pessoas foram achadas em ilha próxima à Santo Sé, diz Polícia Civil.

Embarcação com 40 pessoas afundou na terça-feira e um garoto morreu.

Foto UOL: 230

Pescadores ajudam nas buscas do naufrágio em pelno Rio São Francisco.
Pescadores ajudam nas buscas do naufrágio em pelno Rio São Francisco.

Na manhã desta sexta-feira (02), foi encontrada a embarcação que naufragou na noite da última terça (29), no Lago Sobradinho, nas proximidades do município de Sento Sé, no norte do estado. Segundo informações do capitão Cláudio Luís Conceição, que coordena as buscas, a embarcação está submersa nas proximidades da Ilha das Andorinhas, no percurso que os barcos fazem entre as cidades de Remanso e Sento Sé.

Foi encontrado o corpo da segunda vítima fatal do naufrágio ontem (01). De acordo com informações do capitão, o corpo de Antônia Rodrigues dos Santos, de 54 anos, emergiu do fundo do lago. Antônia estava em companhia do tio, Gilberto Bispo dos Santos, de 70 anos, ainda desaparecido. Bombeiros de Juazeiro e equipes da Capitania dos Portos procuram também por Eliene Pereira de Almeida, Josemar Rodrigues Militão e Carlos André, de cerca de 10 anos.

 

NOTA DA MARINHA DO BRASIL

 

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 2º Distrito Naval (Com2ºDN), informa que as buscas aos desaparecidos após o naufrágio da embarcação “Travessia do Mar Vermelho”, no lago de Sobradinho tiveram continuidade durante todo o dia de hoje (1º e 2/5).

No início da manhã, um dos pescadores que auxiliam as buscas encontrou um corpo próximo à Ilha das Andorinhas, que foi posteriormente identificado como de Antônia Rodrigues dos Santos, 54 anos, uma das passageiras desaparecidas no naufrágio, desde a noite da última terça-feira (29).

As buscas coordenadas pela Marinha do Brasil, que contam com o apoio de mergulhadores do Corpo de Bombeiros e da comunidade náutica local, prosseguiram até o pôr do sol e devem ser retomadas no amanhecer desta sexta-feira (2).

Foi instaurado um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN), cujo prazo de conclusão é de noventa dias, para apurar as causas e responsabilidades pelo ocorrido.

fonte uol

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios