Operação da Policia Rodoviária Estadual constata ônibus irregulares conduzindo alunos em Nova Itarana

Ônibus com emplacamento atrasado e motoristas dirigindo embriagados, é rotina no interior do município

Policiais Rodoviários Estaduais realizam vistoria nos ônibus escolares do município.

Ônibus com emplacamentos atrasados e motoristas embriagados fazem parte da rotina do transporte escolar no município de Nova Itarana, onde os alunos são expostos aos altos riscos de vida nos trajetos entre suas casas e as escolas na nona rural. Esta foi a realidade descoberta pela operação realizada pela Policia Rodoviária Estadual, que na semana passada, nos dias 9 e 10, realizou blitz no município e constatou o que pode ser considerado como improbidade administrativa, cometida pelo prefeito Antônio Dannilo Italiano de Almeida (PSD). Apesar de alertado pela Câmara de Vereadores, o prefeito não tomou nenhuma providência para corrigir.

Por várias vezes os vereadores Jose Borges de Souza Zezé (PRB), Everaldo Vaz de Matos Veu (PSDB) e Jeronimo Ramos Costa Jeu de Tota (PSDB), denunciaram o problema na Câmara Municipal e encaminharam Pedidos de Providências ao executivo  e agora, vão entrar com representação junto ao Ministério Público.

A operação comandada pelo Sgt PM  Moisés Antônio de Almeida Costa, da 9ª Cia PM/BPRv, registrou as ocorrências junto ao delegado Isaias Pereira e Lucena Neto, da delegacia territorial de Nova Itarana.

Normas do transporte escolar

Operação policial atuou até o incio da noite.

O governo federal criou o Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar – PNATE, no âmbito do MEC, que é executado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, com o objetivo de garantir transporte escolar aos alunos da educação básica, residentes em área rural, dando apoio financeiro aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios.

A bitz fiscalizou o trafego na rodovia de acesso `cidade.

Para dirigir o transporte escolar o motorista precisa de Habilitação Classe D. Ser submetido a exame psicotécnico com aprovação especial para transporte de alunos. Ter Formação de Condutor de Transporte Escolar e não ter cometido falta grave ou gravíssima nos últimos doze meses.

Com tanta embriaguez ao volante dos ônibus, a situação está grave em Nova Itarana, onde a PRE constatou também a má manutenção de alguns veículos do transporte escolar

Os atos da operação policial foram registrados na delegacia da cidade, para o devido inquérito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *