O LADO BOM DA EPIDEMIA MUNDIAL DO CORONAVÍRUS

A catástrofe do Coronavirus que ceifa milhares de vitimas a cada dia em todo o mundo, é vista como o Apocalipse, mas, mesmo tempo, deixa sinais positivos sobre a evlução da humanidade

Passageiros que usam máscaras como medida de precaução Aeroporto Internacional de Guarulhos SP.

Cuidado com o Coronavírus! O povo está apavorado, o mundo está mascarado, com medo de respirar e, para maior pavor, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quarta-feira (11) como pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). Entretanto, os últimos acontecimentos no combate á perigosa pandemia mundial, demonstram que algo de muito bom  está para acontecer beneficiando toda a humanidade, em especial os que sobreviverem e as futuras gerações.

A disputa entre a Arábia Saudita e a Rússia em torno dos preços do petróleo, somou-se à epidemia do novo coronavírus e fizeram as Bolsas globais desabarem na última  segunda-feira. No caso do Brasil, o Ibovespa fechou com queda de 12,17%, o maior tombo desde 1998. O cenário deixou os investidores receosos sobre o futuro de suas aplicações em renda variável. Já quem tinha planos de viajar para o exterior precisa lidar com a realidade de quarentenas, restrições a deslocamentos, sem saber se conseguirá reaver o dinheiro gasto, nem se sobreviverá á viagem.

a-arabia-saudita-e-a-russia-parecem-ter-desistido-de-seguir-cooperando-para-estabilizar-o-preco-do-petroleo

O que restará de bom desta tragédia

Segundo a  Organização Mundial de Saúde (OMS)  o número de pacientes infectados, de mortes e de países atingidos, deve aumentar nos próximos dias e semanas no mundo inteiroApesar da catástrofe humana anunciada, não haverá o Apocalipse, como imaginam os fiéis das religiões ortodoxas, ao contrário, a pandemia deixará saldo positivo, a ser vista no futuro,, proporcionando grandes benefícios.  A começar pelo surgimento de novos hábitos sociais, os avanços científicos a bem da saúde humana, as visíveis mudanças nos rumos da economia mundial, que trarão mais qualidade vida para as populações mais pobres do mundo.

Inicia-se uma nova ordem econômica mundial com a Pandemia do Coronavírus, ao quebrar todos os ambiciosos mercados dos ricos, implodir os preços do petróleo, neutralizar a dominação de poderosos países, eliminar barreiras preconceituosas, redirecionar o conhecimento científico e conduzir a pobreza para a gestão de um novo modelo de consumo.

Chineses havidos por comida.

Apenas 14% da população atingida, pode sofrer sequelas como pneumonia grave, e, somente 5% pode tornar-se vítima crítica ou letal.

Outra informação importante, é que as crianças não são atingidas, e, apenas 3% dos casos ocorrem em menores de 20 anos e a mortalidade em menores de 40 anos é de apenas 0,2%. Nas crianças, os sintomas são tão leves que podem passar despercebidos.

Popupulaçoes isoladas foca fora da area de risco.

Ponderações

Em resumo, o novo Covid 19, suspeito da criação em laboratório, pode ser inativado  por medidas simples dos hábitos e remédios caseiros, transformando  a pandemia em uma fantasia da gula humana por consumo.

A China soma 1,4 bilhão de habitantes em 2019, conforme a Agencia Brasil. Ultrapassou pela primeira vez, 1,4 bilhão de habitantes, superior á soma dos povos dos  EUA, população da Terra reúne 7,713,468,205 seres humanos no ano passado, quando a China anunciou em Pequim, que a população do país aumentou em mais de 4,6 milhões em relação ao ano anterior. A China é o país com a  maior população em todo o planeta.

Em artigo,a doutora chinesa  Yu Pin Fang, 2016, cita que o governo central administra as grandes cidades de Beijing, Tianjin, Shanghai e Chongqing, demandando o desenvolvimento econômico, tecnológico e social do país. É nesse contexto de sobrevivência que analistas políticos, socais e científicos, produzem análises e postam na Net, como fez economistas de mercado do ruralbusiness.com.br, revelando as armações dos chineses que produziram a crise da peste suína para forçar o EUA a baixar as commodities sobre o farelo. agora, por alimentação, criam o nova pandemia do coronavírus. São informações que a grande midia naõ torna público, vez que muitos capitalistas ganam muito dinheiros nos bastidores das crises mundiais, Jornalista Salvador Roger Pereira de Souza, editor da Startup de Comunicação oparaguacu.com.br .

Governo do Brasil toma medidas emergenciais.

Fontes

  1. –  Organização Mundial de Saúde (OMS), 2020, Vídeo – OMS declara pandemia do novo coronavírus Sars-Cov-2 -www.who.int/.
  2. – Análise da dinâmica demográfica da china, Yu Pin Fang, 2016. repositorio.ipea.gov.br.
  3. – BBC News – 2020 – A guerra-de-preços-entre-Russia-e-Arabia-Saudita-que-derrubou-o-preço-do-petróleo.
  4. –  Vídeo análise-2020 – ruralbusiness.com.br.
  5. – Análise da dinâmica demográfica da china,. Yu Pin Fang, chinesa doutora em economia demográfica –  repositorio.ipea.gov.br.

 

 

 

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: