Não dá mais para stalkear no Instagram sem estar logado em sua conta

Em resposta às críticas sobre sua privacidade e segurança, o Facebook vem controlando com mais rigor os dados que compartilha com terceiros e os próprios usuários. Depois de remover do Instagram a aba “Seguindo”, que mostrava todos os perfis que os seus contatos seguiam, agora não é mais possível bisbilhotar os perfis alheios sem estar logado. Antes, bastava procurar pelo nome no Google e obter o endereço do “alvo” no Instagram, que, ao ser clicado, podia ser visualizado numa boa — mesmo sem entrada de credenciais. Agora, ao tentar stalkear, a plataforma força a entrada com senha. (Imagem: Reprodução/Mashable)Em comunicado, um porta-voz do Facebook confirmou a mudança. “Agora, se você não estiver conectado ao Instagram, poderá ver apenas uma certa quantidade de postagens em perfis públicos antes de ser solicitado a fazer login. Isso é para ajudar as pessoas a ver fotos no Instagram e entender como obter a melhor experiência e fazer parte da comunidade, conectando-se e interagindo com as pessoas e as coisas que elas amam”. -CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.- Com mais de um bilhão de usuários, o Instagram vem seguindo as limitações de conteúdo que pode ser visualizado sem estar conectado, a exemplo do que o Facebook faz. Além disso, obrigar as pessoas a estarem logadas aumenta os negócios com publicidade, setor em que a meta é dobrar o número de anunciantes. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Que vantagens o Moto G8 Plus tem sobre o G7 Plus? OS PODEROSOS | Mi 9 Lite, Mi 9T e Mi 9T Pro a partir de R$ 1565 em 10x sem juros NASA comemora sucesso de experimento em Marte com selfie do rover Curiosity Zap Zap: 5 funções do app que não são encontradas no WhatsApp Modo sem fio do Android Auto chega ao Brasil em expansão da Google

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios