Ministério realiza capacitações na Chapada Diamantina, visando à execução do Programa Cisternas na Bahia

3.600 famílias do semiárido nordestino terão cisternas instaladas até fevereiro de 2020

Acesso da cidade de Morro do Chapéu. (Foto Guia do Turismo Brasil)

Representantes da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SNPIR), do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), estarão no município do Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, Bahia, nesta quinta-feira (11). Na ocasião, será realizada a oficina “O Programa Cisternas e o atendimento às comunidades quilombolas”. O intuito é capacitar integrantes das empresas que vão executar a ação.

O Programa Cisternas tem o objetivo de proporcionar acesso à água potável para pessoas que sofrem com a seca. Um total de 140 famílias da comunidade quilombola Kalunga, em Goiás, e mais de 3.600 famílias do semiárido nordestino terão cisternas instaladas até fevereiro de 2020. A iniciativa é uma ação do Governo Federal, por meio do MMFDH e Ministério da Cidadania.

Tecnologia de edificação das cisternas de placas.

A oficina

Os participantes ouvirão sobre o conceito de povos e comunidades tradicionais (PCTs), políticas de desenvolvimento social e para comunidades quilombolas, diretrizes para o atendimento aos PCTs, orientações para a implementação de cisternas em comunidades quilombolas, entre outros assuntos.

Serviço: Data: 11 de julho (quinta-feira)
Horário: 8h30 às 18h

Local: Setor de Patrimônio do antigo “Lampião” – Rua Ulisses Valois, 12, Centro – Morro do Chapéu/BA (Ponto de referência: rua sem saída, rua do Conselho Tutelar)

Contato: Arlene de Morais
Coordenadora de Difusão e Promoção de Políticas para as Comunidades Quilombolas
(61) 98317-6130

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios