Mais de 600 animais silvestres são apreendidos na Bacia do Rio Paraguaçu

Pássaros aprisionados em gaiolas foram resgatados pela Policia Ambiental.

Uma operação de fiscalização coordenada pelo Ministério Público estadual (MP-BA) resgatou mais de 600 aves e répteis vivos na Bacia do Rio Paraguaçu, que nasce na Chapada Diamantina, no município de Barra da Estiva, e deságua na Baía de Todos-os-Santos.

A ação, que foi realizada entre os dias 20 e 30 de agosto, aconteceu em nove dos municípios banhados pelo maior rio da Bahia, tendo como base, a cidade de Itaberaba (distante a 283 km de Salvador). Entre as cidades fiscalizadas estavam Milagres, Itatim, Iaçú, Ipirá, Santa Terezinha, Castro Alves, Rafael Jambeiro e Ruy Barbosa.

Na cidade de Milagres foram apreendidos mais 100 Jabutis ou Cágados, na residencia de uma vereadora.

Distribuídos em sete equipes, os agentes analisaram ações como exploração agrícola e pecuária, extração mineral, transporte de produtos de fauna e flora, abastecimento de água, esgotamento sanitário, gerenciamento de resíduos sólidos e a gestão ambiental dos municípios, além do estado de preservação das Áreas de Preservação Permanente (APP) e Reserva Legal.

De acordo com informações do MP-BA, durante a inspeção de fauna, além de embargos e apreensões, mais de R$ 165 mil em multas e notificações foram decretados. Entre os principais problemas encontradas na região, destacam-se falhas em licenciamento de empresas de exploração mineral, e irregularidades na recuperação de áreas degradadas.

Ainda segundo a promotoria, nenhum dos municípios fiscalizados possuía programa de coleta seletiva, reciclagem ou aterro sanitário, promovendo de forma inadequada o descarte dos resíduos sólidos. (Fonte: atarde.com.br)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *