Juiz Sérgio Moro será orador da 173ª turma de formatura da Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos

A escolha da turma deixou de lado grandes nomes da politica americana para convidar o juiz da Lava Jato

Moro já recebeu da Universidade Notre Dame a mesma comenda que foi outorgada a Madre Tereza de Calcutá.

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos de primeira instância da Operação Lava Jato, que investiga crimes de corrupção na Petrobras, será o orador cerimonial da 173ª turma de formatura da Universidade de Notre Dame, em South Bend, Indiana, Estados Unidos. A informação foi divulgada pela própria universidade. A cerimônia será no dia 20 de maio de 2018, no Estádio Notre Dame.

Diversos presidentes norte-americanos, entre eles Barack Obama, George W. Bush, George H. Bush e Ronald Reagan foram oradores em edições anteriores da formatura, assim como os primeiros-ministros canadenses Lester Pearson e Pierre Trudeau; o primeiro-ministro da Irlanda Taoiseach Albert Reynolds; e o presidente da Irlanda Mary McAleese; o secretário-geral das Nações Unidas Kofi Annan; além de outros líderes.

Moro foi ranking de audiência durante entrevista no Programa Roda Vida da TV Cultura.

O presidente da Universidade, reverendo John I. Jenkins, que concedeu o Prêmio Notre Dame em cerimônia realizada em São Paulo, no dia 2 de outubro de 2017, afirma que o juiz paranaense tem os valores para inspirar os estudantes.

“Foi um privilégio me encontrar e conversar com o juiz Sérgio Moro no início de outubro. Ele serve como um claro exemplo de alguém que vivencia os valores que buscamos inspirar nos nossos estudantes. Estou grato que ele tenha aceitado nosso convite e estou certo de que ele aportará observações valiosas para nossos formandos da classe de 2018. Sua mensagem sobre integridade e o estado de direito e o seu exemplo de corajosa busca pela justiça são enormemente necessárias em nossos tempos. Nossos estudantes, suas famílias e convidados serão inspirados ao ouvir o juiz Moro”, comentou.

Na cerimônia marcada para maio, Moro deve receber um diploma honorário. O presidente da universidade afirmou que o juiz paranaense fez “diferença para a humanidade”.

Moro estudou no exterior através de um programa de intercâmbio na Escola de Direito de Harvard em 1998. Nomeado para seu cargo atual em 1996, Sérgio Moro participou em 2007 do Programa de Liderança para Visitantes Internacionais do Departamento de Estado dos Estados Unidos, visitando agências e instituições americanas responsáveis pela prevenção e combate à lavagem de dinheiro.

O juiz de 45 anos é formado em Direito pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e fez doutorado na Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Na Lava Jato, Sergio Moro usou como modelo a abordagem da investigação de corrupção “Mãos Limpas” na década de 1990 na Itália. Fonte: republicadecuritibaonline.com)

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios