Jovem historiador baiano lançará livro literário inspirado nos ribeirinhos do Recôncavo da Bahia

Capa da edição
Capa da edição

O jovem historiador e escritor Geferson Santana, filho de pescadores, natural do distrito de Coqueiros, da cidade da Maragogipe (BA), lançará o livro “Mar Grande: as águas que correm para a Baía de Todos os Santos” em parceria com a Editora Multifoco do Rio de Janeiro (RJ). O autor é formado em Licenciatura em História pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e mestrando em História pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

As histórias contadas no romance são inspiradas na vida, cultura e problemas cotidianos dos ribeirinhos do Recôncavo da Bahia. “Aproveitei minhas memórias e memórias de outras pessoas do distrito de Coqueiros para escrever um romance que pudesse expressar os problemas enfrentados pelos ceramistas, pescadores, tecedores de rede e outros trabalhadores ribeirinhos do Recôncavo. São essas memórias e vivências que dão vida à narrativa”, diz o autor.

O romance também traz outros problemas enfrentados pelos pescadores como o impacto ambiental causado pela Usina Hidrelétrica Pedra do Cavalo, situada entre as cidades de Cachoeira e São Félix. “A narrativa é uma forma de expressar como percebo o impacto da usina Pedra do Cavalo no meio ambiente, especialmente no Rio Paraguaçu. Tenho conversado com vários pescadores, e eles me falam que depois da construção da usina muitas espécies começaram a ficar escassas como a pititinga e tantos outros peixes. Acredito que o desaparecimento gradativo dessas espécies tem relação com a Pedra do Cavalo, caso contrário o MP não teria recomendado a interdição dela”, diz Geferson Santana.

Geferson Santana (foto divulgação)
Geferson Santana (foto divulgação)

No prefácio escrito pela historiadora Dra. Maria Rita de Almeida Toledo (UNIFESP), consta uma belíssima descrição da obra: “O que tem em mãos é uma escrita amorosa do Recôncavo baiano: suas paisagens, suas memórias, mescladas com as experiências significativas de quem ali viveu. É com admiração e orgulho de seu povo, de sua terra, que Geferson traz a público as conversas, os ditos populares, as imagens e as histórias nas quais e pelas quais deu sentido a sua criação e trajetória, em narrativas que retomam ficcionalmente a memória social que vivenciou”.

Maria Ferreira, baiana, estudante de Letras da UNIFESP e fundadora do blog Minhas Impressões, além de ter escrito a contracapa do livro, também publicou uma interessante resenha do mesmo, onde afirma que A narrativa segue uma linha de prosa poética com uma leveza que chega a mexer com os sentidos de quem lê. É como se sentíssemos o toque das águas, o cheiro das comidas ou aquela sensação de plenitude quando aprendemos algo novo. É uma leitura importante para abrir os olhos para o novo, para o outro e outras realidades, diz a blogueira.

Deixamos o mesmo convite feito por Maria Ferreira: “Fica a minha indicação de que mergulhem nesse Mar Grande”.

Informações sobre o livro:

capaTítulo: Mar Grande: As águas que correm para a Baía de Todos os Santos

Tamanho: 14×21

ISBN: 978-85-9512-067-9

Gênero: Romance

Editora: Multifoco

Ano: 2017

Multifoco Editora

www.editoramultifoco.com.br
Já à venda na loja virtual da editora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *