Idosa de 114 anos, do município de Lajedinho, sonha encontrar o filho

Sempre alegre, Dona Joana ainda conta velhas histórias.
Sempre alegre, Dona Joana ainda conta velhas histórias.

A matriarca anciã, Dona Joana Maria de Mello, moradora do povoado de Simpatia, no interior do município de Lajedinho, na Chapada Diamantina, completará 114 anos de idade no próximo dia 09 de fevereiro. Reconhecida como um exemplo de força e vitalidade, Dona Joana, ainda bastante lúcida, manifesta seu maior desejo e que seria seu melhor presente de aniversário: reencontrar com seu filho João.

Conta a centenária idosa, que João Gonçalves da Silva saiu de casa há mais de 65 anos, quando tinha apenas 14 anos. Desde então, Dona Joana nunca mais o viu. Cercada de cuidados por seus parentes próximos, ela confessa seu pedido para esta data tão importante, que é reencontrar com seu filho para lhe dar um forte abraço.

Idade estimada de João, entre 80 e 85 anos.
Filiação: Mãe Joana Maria de Mello
Pai Paulo Gonçalves da Silva.

Próxima do Guinness Book

Com mais alguns anos de vida, Dona Joana poderá se consagrar dentre as mulheres mais velhas do mundo, já que o recorde atual do Livro dos Recordes (Guinness Book) pertence à centenária iltaliana Emma Morano, que nasceu a 29 de novembro de 1899, em Civiasco, Itália,  e completou 116 anos em 2016.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios