Ibiquera na dianteira confirma a adesão ao Programa Saúde na Escola

O prefeito Ivan Almeida coemeora mais um avanço na busca da inovação em seu município.
O prefeito Ivan Almeida comemora mais um avanço na busca da inovação para seu município.

157 municípios da Bahia ainda não fizeram o cadastramento no Ministério da Saúde e 14 de junho é o último dia

O município de Ibiquera figura entre os primeiros da chapada Diamantina a consolidar seu cadastramento para receber os benefícios do Programa Saúde na Escola criado pelo Governo Federal e lançado pelos Ministérios da Saúde e da Educação. A data limite é o próximo dia 14 de junho.

Conforme o prefeito Ivan Claudio de Almeida (PMDB), o programa é muito importante para a integração dos nossos alunos, “pois vai melhorar as condições de saúde das crianças, influenciando em maior rendimentos escolar”. Ele salienta que o programa foi criado com o objetivo de contribuir para a formação integral dos estudantes, ajudando a rede municipal de educação com ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino, reduzindo a evasão escolar.

O Programa Saúde na Escola foi instituído por decreto presidencial Nº. 6.286, de 5 de dezembro de 2007, e incluído no Sistema Integrado de Planejamento Orçamento e Finanças do MEC – SIMEC/PSE. A Portaria 1.055 de 25/04/2017 – Redefine critérios para a adesão.

Comemorando o cadastramento em tempo hábil, a secretária de saúde, Denise Mary Sá Teles, enfatiza que a equipe técnica da secretaria coordenada pela enfermeira Verena, consolidou o cadastramento, com as contribuições da Secretaria Municipal de Educação. Ela disse que o programa será executado pelas duas secretarias.

A Undime/BA divulgou a lista com todos os municípios pendentes e recomenda a todos os 157 municípios que ainda não fizeram adesão, que façam até 14 de junho e, assim, possam participar de política intersetorial de grande importância para a atenção integral à saúde dos educandos da rede pública.

 

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios