Hospital Regional rumo ao último passo antes da obra

A licitação do Hospital Regional de Itaberaba (HRI) já foi homologada. A homologação significa dar legalidade ao processo, que já foi encaminhado para penúltima etapa, que é assinatura do Contrato, restando apenas o passo final antes da obra que é assinatura da Ordem de Serviço.

A licitação aconteceu sem intercorrência alguma, quatro empresas participaram da entrega dos envelopes, e nenhuma entrou com recurso. Dessas, apenas uma empresa estava completamente habilitada, com toda a documentação exigida em dia, e foi dada continuidade ao processo.

Desde que a busca pela reabertura do Hospital Regional começou, muitos passos foram dados até chegar de fato à conquista desse ideal. Ignorar o caminho percorrido até aqui, é tratar como pouca coisa o esforço da gestão Cidade de Todos em devolver essa importante Unidade de Saúde para a cidade e a região.

Unidade essa que terá 70 leitos, desses, 10 de UTI, sonho antigo da população que se vê em desespero aguardando a regulação abrir vagas para receber pessoas em estado grave. Mas a trajetória que envolve a reabertura do Hospital Regional tem peculiaridades que marcam a história desse grandioso empreendimento.

Esse é o primeiro e único convênio da história do Governo da Bahia que, praticamente, não tem contrapartida municipal. A contrapartida é um percentual predefinido com base no valor total da obra, que o município tem que investir para ajudar a custear a reforma. O investimento do município para reabertura do Hospital Regional foi de R$ 700 mil (ou cerca de 4,5% do valor total) para elaborar o Projeto, além de, claro, tempo para correr atrás.

Outra peculiaridade é que esse também é o primeiro e único Convênio da história do Governo da Bahia nesse valor. Nunca antes o Governo do Estado investiu R$ 10 milhões em um uma obra conveniada. O valor total da reforma é de R$ 15,7 milhões, sendo que o Estado entra com R$ 10,7 milhões os R$ 5 milhões restantes são de emenda parlamentar do deputado Federal Cacá Leão.

Diante da conclusão da licitação, a previsão é que ainda em dezembro seja assinada a ordem de serviço, e o prefeito já garantiu que “a obra inicia no dia seguinte à assinatura da ordem de serviço, e iniciaremos nosso novo ano assim, com a obra caminhando a todo vapor”.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios