Google abre estúdio de desenvolvimento de jogos exclusivos para o Stadia

O Stadia vai ganhar o seu primeiro estúdio de desenvolvimento dentro do Google. O anúncio veio de Jade Raymond, líder do setor Stadia Games & Entertainment, em post oficial. O estúdio ainda não tem nome, mas será responsável por criar títulos exclusivos para a plataforma de games por streaming do Google. Com esse novo estúdio, que será baseado em Montreal, no Canadá, a ideia é rechear a plataforma com exclusivos. “O estúdio da Stadia Games & Entertainment vai produzir conteúdos exclusivos e originais em um portfólio diverso de jogos em todos seus gêneros favoritos”, aponta Raymond. Apesar de falar sobre o lançamento do estúdio, o Google não disse quais serão os primeiros títulos nem quem está envolvido no desenvolvimento. Raymond ressaltou apenas que pretende levar uma “cultura de trabalho diversa e inclusiva”. -Podcast Porta 101: a equipe do Canaltech discute quinzenalmente assuntos relevantes, curiosos, e muitas vezes polêmicos, relacionados ao mundo da tecnologia, internet e inovação. Não deixe de acompanhar.- Jade Raymond, líder do Stadia (Foto: Captura/YouTube)Também há uma série de postos de trabalho para pessoas interessadas em produzir para o novo estúdio. Embora pareça que a ideia esteja em fase inicial, sem nome ainda, Raymond ressalta que já há trabalho sendo feito nos últimos meses. O discurso de Raymond vem acompanhado de dois acontecimentos recentes do mercado. O primeiro é o grande número de denúncias de crunch, momento em que desenvolvedores precisam fazer horas extras abusivas para finalizar um jogo. Em textos do jornalista Jason Scheirer do Kotaku, houve uma série de relatos de más condições de trabalho, assédio moral e preconceito na indústria. Por isso, o reforço de Raymond no caráter inclusivo da empresa. Outro ponto foi o lançamento de serviços concorrentes. A Apple apresentou o Arcade, seu serviço de assinatura que chegou já com uma série de títulos exclusivos no lançamento. A Microsoft também tem o projeto xCloud, uma plataforma de processamento em nuvem que será rival direto do Stadia. A gigante tecnológica anunciou a compra de cinco estúdios no ano passado para desenvolver games exclusivos. O Google Stadia chegará a 14 países no dia 19 de novembro, mas o Brasil não está incluído nessa lista. Os locais serão: Bélgica, Finlândia, Canadá, Dinamarca, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Holanda, Noruega, Espanha, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos. O plano mais básico de assinatura deverá custar US$ 9,99, que dá acesso a um leque de games em 4K e 60 fps já no lançamento. Contudo, existe um sistema básico, em 1080p e 60 fps, que é grátis e os jogos precisam ser comprados à parte. Leia a matéria no Canaltech. Trending no Canaltech: Meteoro que caiu no Japão é parte de asteroide gigante que pode ameaçar a Terra PROMOÇÃO | Xiaomi Mi 8 Lite e Mi 9 Lite por a partir R$999 em 10x sem juros Astrônoma descobre galáxia “fantasmagórica” quase tão antiga quanto o universo Asteroide enorme passará perto da Terra nesta sexta-feira (25) Meizu 16T chega com configurações de ponta e câmera tripla a preços baixos

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios