Estragos das chuvas leva prefeitura a decretar Estado de Emergência em Milagres

Erosões, acúmulos de entulhos e destruição da pavimentação de várias ruas afetaram o meio urbano de Milagres.

Diante dos danos por toda sede do município e a zona rural, ainda não calculados, provocadas pela tromba d’água que quase arrasou a cidade de Milagres, no dia 3, o prefeito Cézar Rotondano Machado, Cézar de Adério (PP),  baixou o Decreto Nº 127/2018, no dia 04, declarando Situação de Emergência em todas as áreas que foram afetadas pelas fortes chuvas. “O desastre desalojou e desabrigou famílias e que estas foram afetadas por prejuízos com a perda de imóveis, utensílios domésticos, desabamento parcial de imóveis residenciais e perdas de animais domésticos e que esses moradores foram alojados em residências alugadas pelo município”, cita um trecho da justificativa do decreto.

Tratores, caçambas e muitos operários cuidam da limpeza das ruas.,

A Situação de Emergência destaca ainda que em apenas 30 minutos houve uma intensa precipitação pluviométrica de 70 mm, sobre a cidade, que causou fortes enxurradas. As chuvas fortes quase provocaram uma vitima fatal, o jovem Tailson Rodrigues, 16 anos, que escapou com vida após ser tragado por uma boca de lobo.

Demolição e reconstrução

O prefeito acompanhou pessoalmente as primeiras medidas da força tarefa.

O decreto autoriza a Comissão de Defesa Civil e agentes municipais a penetrar nas casas para prestar socorro, ou promover a pronta evacuação do imóvel em situação de risco; usar a propriedade particular em caso de iminente dano publico, com posterior indenização; desapropriar imóveis danificados considerando a depreciação e localização em áreas inseguras; bem como a Administração Municipal fica autorizada a dispensar licitações na aquisição de bens ou realização de atividades emergenciais em resposta ao desastre.

Dona Sícera, moradora da Rua Bom Jardim, considera que a prefeitura faz um bom trabalho de recuperação das ruas que receberam muito entulho e sujeira.

 

Imediatamente, o prefeito Cézar de Adério empreendeu viagem à capital baiana em busca de apoios dos órgãos governamentais, tanto estadual quanto federal, para fazer frente às demandas de recuperação da cidade assim como das populações rurais afetadas e estradas vicinais que foram também altamente prejudicadas.

Força Tarefa: operários da prefeitura retiram o excesso de arei e entulhos que ocuparam as ruas centrais da cidade.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios