Entendimento no PT é ter candidatura própria em Salvador, diz Maria del Carmen

Deputada considera remota hipótese de que nome para disputa saia de partido da base de Rui Costa; novo presidente da executiva municipal defende diálogo com aliados

A deputada estadual Maria del Carmen (PT) defendeu nesta quarta-feira (25) que a legenda lance candidatura própria na disputa pela Prefeitura de Salvador em 2020.

“Acho que o entendimento da maioria do partido em Salvador é ter candidatura própria. É natural que o PT tenha candidatura própria”, disse a parlamentar durante uma visita a obras no bairro da Liberdade, onde acompanhou o governador Rui Costa (PT).

Eleito presidente da sigla na capital baiana no último domingo (22), Ademário Costa seria entusiasta de um ala que não descartaria abrir mão da cabeça de chapa para compor com algum partido da base aliada.

Para del Carmen, tal hipótese é remota.

“O governador é a liderança dessa aliança construída com os partidos que compõem a base do governo. Ainda mais nessa eleição, em que você não terá condições de fazer alianças proporcionais. Então, é mais um motivo ainda para que os partidos tenham candidatura própria, o que vai alavancar e dar condições de eleger um número maior de vereadores”, reiterou.

“Precisamos alavancar as candidaturas de vereadores [petistas]. Queremos ter o prefeito da cidade. Um prefeito que seja do PT, preferencialmente, mas um prefeito que seja da base do governador Rui Costa. E, além disso, formar uma bancada forte, expressiva, de vereadores [do PT]”, afirmou Maria del Carmen.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios