Direto da RedaçãoFlashItaberabaMeio AmbienteNotícias da Chapada Diamantina

Engenheiros do INEMA confirmam apoio ao Movimento 1.0 Milhão de Árvores

Reunião das entidades parceiras com técnicos da EBDA, discutiu novas articulações para o Movimento 1.0 Milhão de Árvores.
Reunião das entidades parceiras com técnicos da EBDA, discutiu novas articulações para o Movimento 1.0 Milhão de Árvores.

Em visita ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – INEMA em Salvador, o jornalista Salvador Roger de Souza, manteve encontro com o grupo técnico da Diretoria de Biodiversidade – DiBio, situada no INEMA Itaigara, onde apresentou os objetivos e metas do Movimento 1.0 Milhão de Árvores para os engenheiros Nara Angélica dos Santos (coordenadora), Rômulo Spósito das Virgens e Rosane Oliveira Barreto (engenheiros florestais) que se entusiasmaram com o projeto, considerando muito positiva a união de esforços já confirmada por empresários dos setores industriais e comerciais que consomem madeira, além do apoio do Ministério Público, dos técnicos da EBDA de Itaberaba, dos Sindicatos Rurais de Itaberaba, Marcionílio Souza e do Comitê do Território Piemonte do Paraguaçu. “A iniciativa é muito importante e conta com o apoio do Inema e deste grupo técnico do DiBio”, assegurou a engenheira coordenadora Nara Santos, que pediu o agendamento de um encontro com todos os parceiros para consolidar a inserção do INEMA na viabilidade técnica da proposta.

Conforme Rosane Barreto, a Diretoria de Biodiversidade tem por finalidade coordenar a gestão florestal e do patrimônio genético, bem como a execução de programas e projetos de proteção e restauração de ecossistemas e que, “essa demanda espontânea trazida pela ONG Fundação Paraguaçu com tão importantes parceiros da coletividade, vai ajudar muito na sustentabilidade da Bacia Hidrográfica do Rio Paraguaçu”. Nesta mesma linha, Rômulo Spósito acrescentou que “o Inema vê com bons olhos e deverá dar sua parcela de contribuição para ações concretas em trono do recatingamento do semiárido baiano”. Eles garantiram as presenças no próximo encontro do movimento ecologista.

Metas

Na oportunidade o ambientalista Salvador Roger apresentou o Projeto Horto Cariangó, ponto inicial da produção de mudas, que já conta com as parcerias das prefeituras de Itaberaba e Iaçu, esclarecendo que, além da produção de 1.0 milhão de árvores para fins comerciais e industriais, serão também produzidas mudas das espécies nativas, na mesma proporção, para o reflorestamento de áreas degradadas do bioma caatinga, a Arie da Serra do Orobó e a recomposição das reservas legais dos proprietários rurais, visando o cumprimento do novo Código Florestal Nacional.

Preparativos

Integrando a linha de frente do Movimento 1.0 Milhão de Árvores, o sindicalista Alfredo Bezerra presidente do Sindicato Rural e Itaberaba, considerou positivo o apoio do INEMA. “Agora sim, teremos suporte técnico para a elaboração do projeto de reflorestamento”, disse Bezerra, salientando que o Senar/Faeb tem demonstrado interesse em apoiar ações sustentáveis que preservem o maio ambiente.

Outro sindicalista parceiro, Hernandes Medrado, presidente do Sindicato Rural de Marcionílio Souza, confirmou presença no encontro do Movimento com o Inema. Já o empresário José Possidônio Sampaio, industrial cerâmico da Cepaincol em Iaçu, considerou que “este projeto precisa dar certo, para que possamos dar sustentabilidade à produção cerâmica”. De Boa Vista do Tupim, o industrial cerâmico e ex-prefeito Hiran Campos confessa: “Nossa atividade precisa compensar o meio ambiente e este projeto chega em bom momento, por isso conta com nosso apoio”. Representando a entidade parceira Cooperativa de Produtores de Abacaxi de Itaberaba – Coopaita, o presidente Valdomiro Vicente Vítor tem direcionado apoio e engajamento dos abacaxicultores. Para o engenheiro José Roberto Pina Viera, gerente regional da EBDA, “este é um momento decisivo para consolidarmos o projeto e partirmos para a produção de mudas”.

admin

FotografoChan, diagramador, webdesigner, morador da cidade de Itaberaba-Ba

Artigos relacionados

Um comentário

  1. Parabens ao Jornal o Paraguaçu, sempre buscando ” Construir Pontes” com entidades que possam contribuir para realização de Grandes Ideias que venham contribuir para a Sustentabilidade regional, servindo de exemplo para o resto do Estado.Temos o dever de Participar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *