‘É hora de trabalhar por uma candidatura própria’, diz Ademário

Presidente eleito do PT de Salvador, Ademário Costa afirmou ser hora de "unificar o partido" na cidade e trabalhar para eleger um prefeito do partido nas eleições de 2020

Eleito presidente do Partido dos Trabalhadores de Salvador no último domingo (22), Ademário Costa afirmou nesta quarta-feira (25) que é hora de “unificar o partido” na cidade e trabalhar por uma candidatura própria do PT para as eleições municipais de 2020.

O assessor do deputado federal Jorge Solla, que toma posse na presidência municipal do PT no início do ano que vem, disse, ainda, que Salvador precisa de um prefeito que leve à capital da Bahia um “programa democrático, popular e que desprivatiza a cidade”.

Costa deu as declarações ao lado de Rui Costa no bairro da Liberdade, onde acompanharam as obras do projeto “Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador”, de pavimentação e requalificação de ruas nas imediações do Largo Guarani.

O petista, ressaltou o caráter democrático das eleições municipais do PT (“é o único partido do Brasil que faz eleições diretas para eleger a sua direção”) e afirmou que a proposta de candidatura própria do partido para o pleito municipal de 2020 foi sua principal proposta na eleição do partido em Salvador.

“O debate da candidatura própria do PT para a prefeitura de Salvador foi central para alavancar a nossa candidatura. O PT de Salvador não só precisa eleger e aumentar sua bancada de vereadores, mas também levar um programa democrático, popular, que desprivatiza a cidade. E esse programa deve ser liderado principalmente por um candidato vindo, oriundo, e organizado a partir do PT”, disse.

O presidente eleito do PT de Salvador disse que é hora de unificar o partido na cidade “para gente poder ganhar [as eleições de] 2020 e também lutar pela liberdade do nosso presidente Lula”.

 

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios