Disputa de poder

Os últimos comícios realizados na reta final destas eleições revelaram o quanto é forte e dominante o poder econômico, a determinar os rumos processo eleitoral.  Esta é uma realidade que se espalha pelo país inteiro.

E, Itaberaba não foge á regra, onde o prefeito João Filho, dominando a máquina administrativa municipal, tem revelado toda sua capacidade na geração do tráfico de influências para atrair a preferência dos eleitores para seus candidatos. Que não são poucos. Dentro da camarilha palaciana liderada pelo alcaide, a disputa de poder e domínio sobre o voto dos eleitores, corta em pedaços a nascente oligarquia dos Mascarenhas.

Todos querem ser líderes poderosos.

A começar pelas destemidas e ferozes mulheres, a 1ª Dama Maira e a cunhada Marigilza. As duas iniciaram, há um ano antes, a escolha dos seus candidatos. Marigilza, que detém com mão de ferro o controle do governo, optou pelo candidato a deputado estadual Luiz Augusto (PP) e o deputado federal Cacá Leão (PP).  Por sua vez, Maira, que detém com seu charme o controle do Gabinete, acolheu a candidatura do deputado Coronel (PSD) e a candidatura a deputado federal de Luis Argolo (PSD), aquele que a mídia aproxima do doleiro corrupto Youssef.

As preferências políticas das duas grandes damas da corte, são ungidas pela benevolência do alcaide João Filho, que esbanjando poder de gestão e poder de aceitação na opinião pública, decidiu dividir os votos com quatro candidatos e, ainda deixou livre alguns vereadores de sua base para outras escolhas. As duas damas, na verdade, exercem a coordenação das campanhas dos deputados e se portam com detentoras do prestígio dos futuros resultados eleitorais, com direito a disputas internas para demonstrar que dá mais… voto.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios