CTA/SAE de Itaberaba promove capacitação sobre Hanseníase em Ibiquera

O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e o Serviço de Assistência Especializada (SAE) de Itaberaba — responsável, como Município Pólo, pelo atendimento a 18 municípios — realizou, esta semana, capacitação técnica sobre o Acolhimento ao Paciente com Hanseníase para profissionais de Saúde do município de Ibiquera, localizado a cerca de 100 km de Itaberaba.

A capacitação, ministrada pela equipe do CTA/SAE formada pela coordenadora do Centro, Ingrid Azevedo, e pela enfermeira Camila Almeida, aconteceu a convite da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Ibiquera por conta dos altos índices de Hanseníase no município. Dentre os principais sintomas da doença, estão: manchas na pele de cor parda, esbranquiçadas ou avermelhadas.

Hanseníase ou lepra — nome pelo qual a enfermidade era conhecida no passado — é uma doença infectocontagiosa causada pela bactéria Mycobacterium leprae, ou bacilo de Hansen, em homenagem a seu descobridor. Ela afeta principalmente a pele, os olhos, o nariz e os nervos periféricos. A Hanseníase pode ser curada com 6 a 12 meses de terapia com vários medicamentos. O tratamento precoce evita deficiência.

O CTA atua na prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) / HIV /Aids, contribuindo para promoção da atenção integral, possibilitando avaliar riscos, desde que considere ações dirigidas e adequadas as especificidades de cada usuário ou segmento populacional com o foco na saúde sexual e reprodutiva. Além disso, o CTA/SAE de Itaberaba realiza atividades de campo, como o FIQUE SABENDO, na procura de atingir grupos populacionais mais vulneráveis às infecções como HIV, Sífilis, Hepatites e HTLV.

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios