Crime ambiental em Brumadinho/MG: 67 corpos já foram identificados; há 276 desaparecidos

Serviços de resgates são arriscados e contam com muitos voluntários.

A Defesa Civil anunciou nesta 4ª feira (30.jan.2019) que já está em 67 o número de corpos identificados pelo IML-MG (Instituto Médico Legal de Minas Gerais) por conta do rompimento da barragem do Córrego da Mina do Feijão em Brumadinho (MG) Até esta manhã, já foram confirmadas 84 mortes e 276 desaparecidos.

Os números atualizados são:

  • 84 mortos;
  • 67 identificados;
  • 276 desaparecidos;
  • 192 resgatados;
  • 391 localizados.

De acordo com a assessoria do Corpo de Bombeiros, as buscas são feitas em todas as áreas atingidas pela lama. Cada equipe fica em 1 determinado raio de ação. Os helicópteros fazem a varredura pelo ar e militares tentam avistar qualquer coisa que possa parecer 1 corpo.

A equipe de buscas recebeu o reforço de 44 bombeiros. Os militares foram enviados de São Paulo.

Bombeiros de 5 Estados –Alagoas, Espírito Santo, Goiás, São Paulo e Rio de Janeiro–, bem como soldados israelenses, ajudam nas buscas.

O CASO

Na tarde de 6ª feira (25.jan), uma barragem da mineradora Vale rompeu-se na Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG),município localizado a 51 km de Belo Horizonte. Um mar de lama destruiu casas próximas à região, que tem cerca de 39.000 habitantes.

Verba para Minas Gerais

O governo federal se comprometeu a permitir 1 acréscimo de recursos ao governo de Minas Gerais de cerca de R$ 190 milhões neste ano.

A demanda e os acertos foram discutidos em reunião na 3ª feira (29.jan) entre o secretário de Saúde interino de Minas, José Farah Júnior, com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Fim de barragens

O presidente da Vale, Fabio Schvartsman, disse na 3ª feira (29.jan) que eliminará 10 barragens a montante–a de Brumadinho e outras 9 do Estado de Minas Gerais. O processo durará, de acordo com ele, de 1 a 3 anos.

Com o fechamento, a empresa parará de produzir 40 milhões de toneladas de minério de ferro por ano.

A Vale produz 400 milhões de toneladas [de minério de ferro] por ano. Isso representa 10% da produção”, disse Schvartsman.

Comissão da Câmara

A Câmara dos Deputados criou na 3ª feira (29.jan) uma comissão externa para acompanhar os desdobramentos do rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho (MG).

A iniciativa foi de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Casa, a partir de sugestão dos deputados mineiros Newton Cardoso Jr (MDB) e Zé Silva (SD).

A comissão será composta por 15 deputados.

RESPONSABILIDADE

A Polícia Civil de São Paulo e o Ministério Público de Minas Gerais prenderam nesta 3ª feira 5 engenheiros que atestaram a segurança da barragem.

Dois dos presos estavam em São Paulo; os outros 3, em Minas Gerais. Os mandados foram expedidos pela Justiça Estadual de Minas Gerais, no domingo (27.jan) à noite. Os policiais paulistas dão apoio na operação.

(Fonte msn.com)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios