Com as contas rejeitadas o ex-prefeito Nixon Duarte evita a intimação da Câmara de Vereadores de Iaçu

Com duas contas rejeitadas de 2014 e 2015, o ex-prefeito estará inelegível por 8 anos.

O ex-prefeito Nixon Duarte tem revelado preocupação com seu futuro politico.

Além de ter sido intimado para comparecer no dia 11 de novembro na Policia Federal, o ex-prefeito Nixon Duarte Muniz Ferreira (PMDB) agora se esconde para não receber a intimação da Câmara de Vereadores, para fazer a defesa em torno das suas contas de 2015, que foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios – TCM e agora será apreciada pelo Poder Legislativo.

Desde o dia 11 que o funcionário Igor, da Câmara de Vereadores, vem tentando encontrar o ex-prefeito sem sucesso, apesar de passar em todos os seus endereços, desde a residência, sede da sua fazenda, ou no local de trabalho. Conforme o vereador José Antônio Dias Leite, o popular Neto da Cerâmica, 1º secretário da Mesa Diretora, já foram expedidos três Cartas com AR, Sedex e Telegrama, constatando que, “o ex-prefeito está se escondendo para não receber a intimação, mas tem sido visto nas ruas e até fotografado, como ocorreu na quinta-feira passada, quando participou de uma manifestação das oposições”.

O vereador Neto da Cerâmica, 1º secretário da Mesa Diretora, critica o esconde-esconde do ex-prefeito.

Contas rejeitadas

O ex-prefeito teve duas contas rejeitadas em seu mandato. A de 2014, que o TCM apontou desvios de mais de 1.0 milhão, através sete contratos realizados sem licitação; e a de 2015, que foi rejeitada porque Nixon Duarte não respeitou a Lei de Responsabilidade Fiscal, aumentando as despesas de pessoal em 61,47%, além de outras irregularidades.

O Parecer do TCM pedindo pela rejeição das contas, será apreciado em sessão plenária na próxima terça-feira, 26, na Câmara de Vereadores. Se o ex-prefeito não apresentar sua defesa, evitando a sessão de apreciação das contas, adverte o vereador Neto da Cerâmica, “que passará a prevalecer o Parecer do TCM, caso não ocorra o julgamento no prazo previsto pelo Regimento interno do Legislativo, ficando ex-prefeito inelegível por 8 anos, sem poder concorrer as eleições”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios