CMDS de Itaberaba renova diretoria e reelege Josaniel presidente

O CMDS é um órgão de controle social, formado por representantes do poder público e sociedade civil organizada.

Josaniel ao centro, reeleito presidente, ladeado por Carlos Eduardo Dourado (Bahiater) e Nalva Nolácio, secretariando os trabalhos.

 

Na manhã desta quarta-feira, 14, foi reeleito na presidência do Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável (CMDS) o agricultor familiar e técnico agropecuário, Josaniel Santos Azevedo, dirigente pioneiro da criação deste órgão colegiado.Em votação da Assembléia, por unanimidade, a diretoria foi eleita composta pelos seguintes dirigentes: Vice Presidente Edmário dos Reis Batista, experiente conselheiro que afastou-se do Conselho da Cidade; 1° Secretário Salomão Danilo Moreira Sampaio Santos, agrônomo da  Secretaria Municipal de Agricultura; e 2° Secretaria Ednalva Nolácio de Santana, que também exerce a secretaria da Casa dos Conselhos.

A filosofa Railda Santana destacou o papel dos novos dirigentes.

O evento contou com as presenças da filosofa Railda Santana de Queiroz, coordenadora da Casa dois Conselhos, que saudou os eleitos, além do vereador Luciano Santana, o Ten PM Bomboneiro  Miranda, e a líder do movimento negro Laurita de Jesus.

O presidente reeleito, Josaniel, destacou que “o CMDS é um órgão de controle social, formado por representantes do poder público e sociedade civil organizada”.
Regido por lei municipal referendada pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), tem em suas atribuições o dever de elaborar o plano municipal de desenvolvimento sustentável a ser executado pela Prefeitura  Municipal. Compete ao CMDS aprovar e deliberar sobre a gestão de políticas públicas propostas pelo prefeito, receber e deliberar sobre demandas das comunidades rurais, organizar e fomentar sobre produções agrícolas, associativismo e cooperativismo, apoiar a agricultura familiar, acompanhar e “opinar sobre as ações de desenvolvimento rural, dentre outras coisas”, destacou Josaniel.

Dirigentes em pose oficial após a eleição.

Desempenho

Durante sua gestão anterior, o presidente Josaniel citou que a atuação do colegiado possibilitou as seguintes ações:
Apoio às inscrições e liberações do Garantia Safra; Reconstituição do Grupo Gestor do Abacaxi que se encontrava desativado; Articulações com o Prodeter BNB em suporte à agricultura familiar; Apoio às associações rurais;  Orientações e apoio nos Editais de fomento rural; Acompanhamento das políticas públicas em favor do homem do campo; Participação nas ações desenvolvidas pelo Comitê do Território Piemonte do Paraguaçu; Participação em Audiência e Seminários, além da Articulação das políticas de Preservações Ambientais.

Plenária do CMDS durante a eleição.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios