César de Adério derrota Rosa e o reinado de Galego, com uma diferença de 1.028 votos

O povo foi motivado pelo marketing de campanha.
O povo foi motivado pelo marketing de campanha.

O município de Milagres está em festa diante da vitória de Cézar de Adério (PP), que foi eleito prefeito com 4.000 votos, equivalentes a 57,27%, derrotando sua adversária Dona Rosa (PSD), apoiada pelo atual prefeito Raimundo Galego, que recebeu 2.985 sufrágios (42,73%).

Pesquisa de boca de urna realizada pela reportagem de O Paraguaçu, nas principais seções eleitorais em Milagres, revelavam o favoritismo de César e sua margem de vitória na contagem dos votos. A derrota de Rosa era prevista, diante da reação crescente que tomou conta da maioria da população, contra o autoritarismo e a corrupção instalados no município, nos últimos anos, pelas administrações de Galego e seu apaniguados.  O crescimento da liderança política do jovem empresário Cézar, elevou o resultado da votação para uma grande vitória com 1.028 votos de frente.

As mesárias atenderam com carinho a todos os eleitores,.
As mesárias atenderam com carinho a todos os eleitores,.
Na pesquisa boca de urna os grupos de eleitores manifestavam o voto em Cezar.
Na pesquisa boca de urna os grupos de eleitores manifestavam o voto em Cezar.

Comenta-se nos meios políticos locais, que Galego vinha conduzindo a prefeitura como um “sanguessuga”, sempre lançando candidatos subservientes, para, no mandato seguinte, apoia-lo de volta à prefeitura. Foi assim com João Evandro, que, de tão amigos, recebeu mandato de prisão junto com Galego. Nesta eleição, pelos planos do “sanguessuga”, agora seria a vez de Rosa, após quatro anos, devolver-lhe a prefeitura. Mas, aí, veio a união imbatível de Cézar e Marcos e acabou com o reinado saguessuga.

O ex-prefeito Aderio Mari, pais de Cezar, comemoram com amigos a vitória eleitoral.
O ex-prefeito Aderio Mari, pais de Cezar, comemoram com amigos a vitória eleitoral.

20161002_141355

A Policia Militar manteve a ordem nas seções eleitorais.
A Policia Militar manteve a ordem nas seções eleitorais.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios