Boa Vista do Tupim inicia ações de prevenção com 200 doses contra contra a Febre Amarela

Riscos da presença do vírus em Itaberaba gerou alertas nos municípios por toda a Chapada Diamantina em busca da prevenção

A Prefeitura recebeu 200 doses da vacina.

O município de Boa Vista do Tupim entrou em estado de alerta contra o vírus da Febre Amarela, depois da alarmante presença de um paciente infectado que passou por Itaberaba, a 50 km, foi transferido e veio a óbito em Salvador.

A vítima fatal da Febre Amarela, Osmar Macedo Ramos, de 49 anos, veio de Taboão da Serra, cidade do interior de São Paulo, estado onde residia. Ele teria começado a apresentar os sintomas da doença no dia 2 deste mês, mas chegou a Itaberaba somente no dia 5.  Após ser diagnosticado na UPA – Unidade de Pronto Atendimento, foi transferido para Salvador na quarta-feira, 10, sendo internado no Hospital Couto Maia, onde veio a óbito no dia 14.

O prefeito Dinho confessa preocupações, mas determinou ações imediatas.

Esclarecimentos via rádio

Acatando decisão do prefeito Helder Lopes Campos Dinho (PSDB), que determinou todos os esforços da administração para prevenir a população, o secretário municipal de saúde, Uilson Gustavo Mendes Macedo compareceu nesta quarta-feira, 17, logo pela manhã, nos microfones da Rádio Comunitária Boa Vista FM, onde procurou tranquilizar a população afirmando que o melhor caminho é a prevenção. “Precisamos evitar as águas paradas, cuidados com o lixo, vamos combater o mosquito Aedes Aegypti, que é o transmissor da Dengue e também pode transmitir a Febre Amarela”, advertiu Gustavo, anunciando que a Prefeitura em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado – SESAB, iniciará uma campanha de vacinação para imunizar a população contra o vírus da Febre Amarela.

O secretário Gustavo pede tranquilidade a população e incentiva ao combate ao mosquito.

200 doses iniciais

A maior preocupação da população tupinense, vem da forte ligação diária que o povo mantém em constantes viagens a Itaberaba, citou o secretário Gustavo, por ser ali uma cidade polo regional. “Inicialmente a nossa secretaria recebeu 200 doses da vacina, a mesma quantidade que foi para os municípios do Território”, informou o secretário, salientando que serão aplicadas em pessoas com idades entre 9 meses a 60 anos, especialmente ao pessoal que migram para São Paulo, Salvador e outras regiões. Ele salientou que as primeiras doses serão aplicadas nos motoristas municipais e os condutores de veículos que fazem linha entre as cidades. “Quem já tomou a vacina já está imunizado e não precisa ser vacinado novamente”, advertiu Gustavo.

No novo Gabinete da Prefeitura, as reuniões se sucedem com os secretários, para definir prevenções.

Campanha nacional de vacinação

Entre fevereiro e março, Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro farão a campanha de vacinação contra febre amarela, por iniciativa do Ministério da Saúde (MS). Entre julho de 2017 e janeiro de 2018, ocorreram 35 novos casos da doença, segundo o MS. No último boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira, 16, constam que 20 mortes foram confirmadas em função da doença no país.

Em São Paulo, a campanha foi antecipada pelo governo estadual, iniciando em 29 de janeiro a 24 de fevereiro. No Rio e na Bahia, de 19 de fevereiro até 9 de março.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios