FlashPolícia

Sargento da Aeronáutica morto em assalto a ônibus voltava de estádio com a mulher; polícia identifica suspeitos

Ricardo Cerqueira Dias, 43 anos, foi baleado na cabeça após reagir e lutar com bandido dentro de coletivo na Avenida Bonocô, uma das principais e mais movimentadas de Salvador.

(Fonte: ImagendoGoogle)

Investigações iniciais feitas pela Polícia Civil da Bahia ligam a autoria do assalto que terminou com a morte do sargento da Aeronáutica Ricardo Cerqueira Dias, 43 anos, em Salvador, a bandidos já conhecidos da polícia por cometerem crimes de estelionato com cartão de gratuidade na Estação da Lapa. Os nomes dos suspeitos estão sob sigilo a fim de não atrapalhar as investigações, e os bandidos continuam foragidos na manhã desta quinta-feira (8).

O crime contra o militar aconteceu a noite de quarta-feira (7), na Avenida Bonocô, em Salvador, quando Ricardo e a esposa voltavam para casa de ônibus após saírem da Arena Fonte Nova, onde assistiram ao jogo do Esporte Clube Bahia contra o Vitória da Conquista.

Segundo detalha o delegado José Nélis, os bandidos entraram no coletivo na Estação da Lapa, pagaram a passagem normalmente e só anunciaram o assalto quando estavam na altura do bairro de Cosme de Farias, na Bonocô, uma das avenidas mais importantes e movimentadas da capital baiana. Já o casal pegou o ônibus no Dique do Tororó, onde está localizado o estádio.

De acordo com os relatos das testemunhas, mesmo desarmado, o sargento partiu para cima do bandido que anunciou o assalto, entrou em luta corporal e chegou a dar um murro nele. Nesse momento, o segundo bandido disparou um tiro que atingiu a cabeça de Ricardo. A mulher dele não ficou ferida.

Os bandidos desceram correndo do ônibus, atravessaram a passarela e seguiram na direção de Cosme de Farias. O crime aconteceu por volta das 20h30.

O delegado José Nélis Araújo, do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc) detalha que um dos homens, suspeito também de praticar os golpes na Estação da Lapa, já chegou certa vez a ser conduzido para a delegacia também por estelionato referente à venda de gratuidade em transportes.

Em estado de choque, a esposa do sargento não conseguiu dar muitas informações à polícia a respeito do crime. Ela e o marido estavam no coletivo da empresa Integra CSN, que fazia a linha Estação da Lapa x Patamares. O militar chegou a ser levado ao Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu ao ferimento.

Segundo a Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira, a empresa Integra CSN disponibilizará as imagens de câmera de segurança do ônibus onde ocorreu o crime ao Gerrc.

Através de nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) lamentou a morte do militar e informou que está prestando todo apoio à família da vítima.

Ainda segundo a FAB, Ricardo integrava o efetivo do Grupamento de Apoio de Salvador (GAP-SV) e não estava em serviço na hora do ocorrido. Ele é irmão de um major do Corpo de Bombeiros da Bahia, órgão que também emitiu um comunicado de pesar pela morte do sargento.

(Fonte: G1Noticias)

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *