FlashMilagresSaúde

Projeto Amanhecer Saudável motiva pessoas pelo Programa de Fisioterapia da cidade de Milagres

As sessões do Projeto Amanhecer Saudável atraem a participação de muitas pessoas.

A população de Milagres tem sido beneficiada com várias ações na área de saúde promovida pela Prefeitura Municipal, sendo muito aplaudido o Projeto Amanhecer Saudável, que vem atraindo a participação de muitos jovens, adultos e idosos. Sob a coordenação do fisioterapeuta Marco Antônio Barros, o projeto acontece todas as manhãs das terças-feiras e quintas-feiras de todas as semanas, envolvendo mais de 40 beneficiários, que praticam atividades físicas e danças aeróbicas.

Durante os eventos, os beneficiários recebem dicas de saúde, aferição da pressão arterial, além do condicionamento físico que garante qualidade de vida para todos. Apoiado por membros da Secretaria Municipal de Saúde, Marco Antônio vem realizando o projeto nos horários das 6h00 às 7h00 da manhã.

O Projeto Amanhecer Saudável acontece na Praça de Eventos, ou Arraiá.

Fisioterapia intensiva

O Governo da Reconstrução conduzido pelo jovem prefeito Cézar de Adério (PP) tem promovido o resgate dos serviços de saúde no município, ampliando a oferta de serviços da atenção básica, através dos Postos de Saúde da Família (PSF) e do Hospital Municipal. Um destes serviços é a de Fisioterapia Intensiva aplicada nos pacientes desde meados do mês de março. Instalada no Hospital Municipal, os serviços de fisioterapia vem sendo aplicados pelo fisioterapeuta Marco Antônio, cujo atendimento já realizou 744 sessões, beneficiando o total de 141 pacientes até o mês de julho.

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close