Boa Vista do TupimFlashNotícias da Chapada Diamantina

MST invadiu a prefeitura de Boa Vista do Tupim impedindo atendimento à população

Diante do clima tenso,

Prefeitura de BVT foi invadida nesta manhã pelo MST.

Desde as 8h00 da manhã que os funcionários públicos ou as pessoas da coletividade vem sendo impedidas de entrar nas instalações da Prefeitura Municipal de Boa Vista do Tupim, por conta da invasão do local por militantes do Movimento dos Sem Terra – MST. A invasão pegou de surpresa as secretárias Tatiane Aragão (administração), Aline Arruda (finanças), a chefe de gabinete Edivania Cerqueira e vários funcionários que foram expulsos dos gabinetes, gerando um clima de indignação.

Dezenas de militantes do movimento ocupam o patio e sal~poes da prefeitura, hoje funcionando na sede do extinto fórum.

Conta o Sgt PM Edivan Ribeiro, comandante da Guarda Municipal, que no momento da invasão, ao ver aproximar-se o grupo de militantes do MST, tentou fechar os portões, porém foi empurrado pelos militantes que invidiam com alvoroço exclamando que “estamos ocupando a prefeitura e só sairemos quando conversarmos com o prefeito”. O coordenador local Leandro do MST, assegurou que não haverá danos ao patrimônio e exigiu que todos os servidores saíssem e trancassem os gabinetes.

Sem acesso

O portões foram fechados ao público e servidores.

Ciente da ocorrência, o prefeito Helder Lopes Campos Dinho (PSDB) cuidou de alertar aos gabinetes do governador e da segurança pública do estado, além do comando do 11º Batalhão PM de Itaberaba e a 12ª Coordenadoria de Policia Civil Coorpin. Policiais militares passaram a dar plantões em frente à prefeitura com reforço de 12 PMs destacados pelo comando do 11º Batalhão.

Caminhoneta a serviço do movimento chegou ao local dando suporte à coisinha.

O prefeito Dinho declarou que não sabe dos motivos da invasão, “pois vinhamos mantendo bom diálogo com as lideranças do MST, e, até o momento não recebemos nenhuma das suas reivindicações”.

A reportagem de O Paraguaçu com o editor Salvador Roger Pereira de Souza, chegou ao local por volta das 12h00, para entrevistar aos lideres do movimento, porém, foi negado acesso à prefeitura. Conforme a militante idosa, Dona Maria, os lideres estão em reunião e só poderão atender mais tarde. Enquanto a reportagem fazia fotografias, um dos militantes do MST gritou “quem tem um bodoque aee?” A reportagem continuou fotografando indiferente mas, alerta.

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *