Boa Vista do TupimFlashNotícias da Chapada Diamantina

Gestor do Cadastro Único de Boa Vista do Tupim participou de curso em Brasília

Capacitação vai melhorar o nível de atendimento da equipe com a população

Ivan Carlos ao lado dos instrutores e colegas do curso em Brasilia.

Para assegurar o aprimoramento da gestão dos seus programas sociais, a Prefeitura de Boa Vista do Tupim e a Secretária de Assistência Social concederam mais uma vez ao técnico Ivan Carlos, gestor do Programa Bolsa Família, participação no Curso de Gestão Intermediaria do Programa Bolsa Família/Cadastro Único, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Social – MDS  em parceria com a Escola de Administração Fazendária – ESAF.

Especialistas transmitiram novos conhecimentos sobre a gestão do programa.

O curso realizou-se entre os dias 25 a 29 de setembro, período em que o técnico permaneceu em Brasília. O objetivo do curso é aprimorar ainda mais a gestão do programa e capacitar os demais integrantes da equipe. “O curso e de extrema importância para nós do município, estrou de volta com mais experiência e como consequência disso teremos mais qualidade nos atendimentos e na gestão. Agradeço a oportunidade a mim concedida pelo município em poder participar de um curso tão amplo como este” afirmou Ivan Carlos.

Representantes de diversos municípios participaram do curso.

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close