FlashGeral

Falta de água gera transtornos a moradores e comércio de Irecê

Alguns bairros ainda estão sem água na torneira (Foto: Pascoal Ferreira/Irecê Repórter).
Alguns bairros ainda estão sem água na torneira (Foto: Pascoal Ferreira/Irecê Repórter).

Um vazamento na tubulação de água da Adutora do São Francisco deixou a população de Irecê sem água nas torneiras e provocou inúmeros transtornos. O problema afetou também o comércio e diversos órgãos da prefeitura, como escolas e um hospital. O fornecimento de água foi interrompido na noite da última terça-feira (22) e até o início desta tarde, não havia sido restabelecido de forma completa.

A cabeleleira Célia Oliveira, 32 anos, explica que não teve como atender clientes e teve prejuizo. “Atendo uma média de 10 clientes por dia e desde que começou essa falta de água, não pude atender ninguém, pois salão precisa de água. Tive foi um grande prejuizo”, disse.

Praça João XXIII. (Foto: Ivan Figueiredo).
Praça João XXIII. (Foto: Ivan Figueiredo).

Por falta de água nas escolas, a Secretaria Municipal da Saúde optou por liberar os alunos duas horas antes  do término das aulas. Segundo entrevista do titular da pasta ao jornal Cultura e Realidade, “a água mineral não é suficiente para preparar alimentação dos alunos e nem para a manutenção da limpeza”. As aulas devem ser retomadas normalmente após o feriado de carnaval.

O subsecretário de Saúde, Daniel Cunha, também relatou ao jornal que o Hospital Municipal também enfrentou transtornos e foi abastecido ontem pela Embasa com um carro-pipa.“A UPA ainda não precisou e os postos de saúde têm reservatórios suficientes para a manutenção até segunda-feira”, disse.

O gerente regional da Embasa, Odirlei Rocha, explicou que a água vem sendo distribuída gradativamente desde a última quarta-feira para as áreas baixas da cidade. “Nas localidades mais altas, é preciso de bombeamento e maior quantidade de água nos reservatórios”. Ele prevê que o abastecimento seja normalizado ainda nesta sexta-feira. Fonte: Irecê Repórter.

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close