Home » Flash » Caminhada ecológica conclamou pelo esgotamento sanitário para despoluir o Açude Juracy Magalhães

Caminhada ecológica conclamou pelo esgotamento sanitário para despoluir o Açude Juracy Magalhães

A caminha ecológica percorreu o centro da cidade.
A caminha ecológica percorreu o centro da cidade.

Uma animada caminhada ecológica ocorreu na manhã do domingo 23, quando estudantes da Faculdade Santa Cruz (FSC) e dirigentes e voluntários da Fundação Paraguaçu, caminharam da sede da FSC, percorrendo o centro da cidade até a escalada do Monte do Bom Jesus. Com forme o professo José Antônio Fonseca, educador ambientalista da FSC e autor do livreto “Fabulas do Caquinho”, a caminhada demonstra pra toda cidadania que “o meio ambiente está pressente em nossas vidas todos os dias”.

A beleza do Açude Juracy Magalhães vem sendo ameaçada pela retirada de água e a poluição dos esgotos.
A beleza do Açude Juracy Magalhães vem sendo ameaçada pela retirada de água e a poluição dos esgotos.

O forte da caminhada foram as mensagens repassadas para a população, com apelos para a preservação ambiental. No alto do monte, tendo à vista a beleza panorâmica que une a imagem da cidade e o lago do Açude Juracy Magalhães, o jornalista e ambientalista Salvador Roger, pediu aos poderes públicos a conclusão da obra de saneamento da cidade, para que sejam despoluídos o açude e o Rio Piranhas. Conforme Roger “O Açude é um parque municipal que precisa ser preservado pela Prefeitura e por toda a população, sendo necessários o fim dos esgotos, para que o Rio Piranhas não leve poluição para dentro do rio Paraguaçu, que está distante de nossa cidade a apenas 30 km”.

Estudantes deram brados de alerta contra o fim da poluição.
Estudantes deram brados de alerta contra o fim da poluição.

O açude foi contemplado com investimentos do Projeto Cariangó, através da Fundação Paraguaçu, que ali edificou o Banco Genético de Sementes Nativas da Caatinga, com apoio da Fundação Interamericana (IAF). Instalado na Ilha Cariangó, no meio do lago, o Banco de Sementes vai produzir mudas para o reflorestamento em volta do açude, para formação de bosques naturais, além de beneficiar as comunidades rurais com a recuperação das nascentes.

O açude tem um grande potencial que vem sendo desprezado.
O açude tem um grande potencial agroecológico que vem sendo desprezado.
A caminha ecológica percorreu o centro da cidade.
A caminha ecológica percorreu o centro da cidade.

 

Sobre Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Além disso, verifique

Arraiá do Idoso abriu os festejos juninos e animou a terceira idade em Boa Vista do Tupim

O animado Arraiá dos Idosos foi a grande motivação da abertura da Festa de São …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *