FlashPolícia

Ataque do Estado Islâmico apavora Londres causando vitimas

Socorrista atendem as vitimas.
Socorrista atendem as vitimas.

Londres, 4 jun (EFE).- O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria do atentado cometido no centro de Londres neste sábado, que deixou sete mortos e 48 feridos, informou neste domingo a emissora britânica “BBC”.

Segundo a “Amaq”, agência ligada a essa organização, o EI confirmou que “uma unidade de segurança de combatentes do Estado Islâmico realizou o atentado de ontem”, após o qual 21 pessoas que permanecem internadas em cinco hospitais de Londres se encontram em “estado crítico”.

O ataque, realizado na noite de sábado, começou com um furgão que atropelou vários pedestres na London Bridge, do qual posteriormente saíram três homens com facas que atacaram indiscriminadamente várias pessoas no Borough Market, bem próximo à ponte.

Policiamento foi intensificado por toda Londres.
Policiamento foi intensificado por toda Londres.

Esses três suspeitos foram abatidos pelas autoridades policiais ainda na noite de sábado.

Em seu último boletim, o chefe da unidade antiterrorista da Polícia Metropolitana de Londres, Mark Rowley, destacou hoje que os agentes realizaram “progressos significativos” nos trabalhos de identificação dos suspeitos, mas a identidade dos autores não foi ainda divulgada.

A polícia trabalha sobre a hipótese que os autores do ataque poderiam pertencer a uma célula terrorista mais ampla, e até agora deteve 12 pessoas por sua possível vinculação ao atentado após efetuar várias operações policiais em um bairro do leste de Londres. Fonte EFE.

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.
Close