Boa Vista do TupimEconomiaFlashMeio AmbienteNotícias da Chapada Diamantina

Agricultores familiares são capacitados na produção de hortas orgânicas em Boa Vista do Tupim

Aulas práticas foram conduzidas nos viveiros e nas comunidades dos assentados.

A agricultura orgânica, livre de agrotóxicos e defensivos agrícolas, é uma das metas da Prefeitura Municipal de Boa Vista do Tupim, para assegurar a produção de alimentos saudáveis e mais valorizados. Para alcançar este objetivo, através da Secretaria Municipal de Agricultura vem sendo realizado Cursos para técnicas de plantio e manejo de hortas orgânicas, junto aos assentamentos do Incra e comunidades rurais, envolvendo jovens e adultos das famílias agrícolas do município.

Agricultores familiares de Macambira e Crispim conheceram técnicas do manejo e produção orgânica.

Na sexta-feira, 27, muitos produtores participaram pelo 3° dia, do curso produção de hortas orgânicas, envolvendo agricultores dos assentamentos do Crispim, Macambira e  entorno da Barragem do Açude Riacho dos Poços, onde são cultivadas pequenas hortas irrigadas.

Atividades de campo facilitaram a transmissão das técnicas de plantio orgânico.

Para a realização do Programa de Incentivo da Agricultura Orgânica, o Governo da Reconstrução firmou parceria entre a Secretaria Municipal de Agricultura e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Boa Vista do Tupim, com a participação do SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) e a Escola Família Agrícola, que mantem a unidade de ensino na cidade sustentada pela municipalidade.

Agrônomos e técnicos transmitiram noções teóricas e praticas nas salas da Escola Família Agrícola.

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close