FlashMeio AmbienteMilagres

2º Passeio Cicloturistico agitou Milagres e destacou as atrações do turismo ecológico do municipio

Centenas de ciclistas aventuraram-se pelas serranias do interior de Milagres.
Centenas de ciclistas aventuraram-se pelas serranias do interior de Milagres.

Ciclistas de varias regiões da Bahia encontraram-se na cidade de Milagres, concentrando mais de 800 atletas e simpatizantes, no último domingo, 11, participando do 2º Passeio Cicloturistico de Milagres, motivando um domingo festivo para a população. Realizado pela empresa  Mila Bike, o evento contou com o apoio da Prefeitura, que disponibilizou a quadra esportiva do Colégio  ACM, onde serviu farto café da manhã com muitas frutas e sucos para todos os participantes.

Café da manhã completo foi oferecido pela Prefeitura para 800 atelas no Ginásio do Colégio ACM.
Café da manhã completo foi oferecido pela Prefeitura para 800 atelas no Ginásio do Colégio ACM.

Percurso ecoturístico

O passeio teve sua largada logo após o dejejum, com as centenas de ciclistas animados por um paredão de som, percorrendo as principais avenidas da cidade naquela manhã, chamando as atenções da população.  Durante todo o percurso que somou 28 km, uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde acompanhou o percurso dando assistência aos participantes.

Grutas e falésias foram visitadas a admiradas pelos ciclistas.
Grutas e falésias foram visitadas a admiradas pelos ciclistas.

Cortando vales e serras durante o longo percurso, os ciclistas ficaram extasiados diante da beleza rara do cenário ecológico da Caatinga agreste do município, cujo relevo é marcado por grandes falésias, penhascos de granito basáltico e vales profundos de extensas miragens.

Na largada, centenas de ciclistas percorreram as avenidas da cidade animados por Paredão de Som.
Na largada, centenas de ciclistas percorreram as avenidas da cidade animados por Paredão de Som.

Formando longas filas ou alternado em grupos nas paradas e descansos, os ciclistas percorreram a área sudeste atravessando a vertiginosa Trilha do Funil, visitando graúnas e cavernas abertas há milhares de anos nos grandes rochedos e penhascos.

Sitio histórico

qUIXABAS
Ciclistas posam em frente ao Casarão secular das Quixabas, que deveria ser tombado pelo IPHAN

O 2º Passeio Cicloturistico proporcionou também um momento histórico, na passagem pelo Casarão histórico das Quixabas, no interior de Milagres, local onde foi rodado o filme “Os Fuzis”, de Ruy Guerra, além do documentário “Os Braseiros”.

Conforme a Enciclopédia Online Wikpédia, o Casarão das Quixabas  é uma edificação colonial do século XIX, construído sobre um inselberg (lagedo) no ano de 1847. Serviu também como cativeiro e local de aprisionamento e tortura de escravos. Um sítio histórico de relevante valor, que merece ser tombado pelo IPHAN para a os estudos sobre a ocupação do sertão baiano na fase do coronelismo.

Grutas e falésias foram visitadas a admiradas pelos ciclistas.
Grutas e falésias foram visitadas a admiradas pelos ciclistas.
Centenas de ciclistas aventuraram-se pelas serranias do interior de Milagres.
Centenas de ciclistas aventuraram-se pelas serranias do interior de Milagres.
O café da manhã ofertou as iguarias tíipicas de Milagres, além de frutas e sucos.
O café da manhã ofertou as iguarias tíipicas de Milagres, além de frutas e sucos.
Os grupos de ciclistas percorreram intrépidos, a Caatinga de Milagres.
Os grupos de ciclistas percorreram intrépidos, a Caatinga de Milagres.
Diversas cavernas foram exploradas pelos atletas durante o percursos,
Diversas cavernas foram exploradas pelos atletas durante o percurso.
Sobre rochas e penhascos, os ciclistas admiraram a paisagem dos vales e vertentes.
Sobre rochas e penhascos, os ciclistas admiraram a paisagem dos vales e vertentes.

Salvador do Paraguaçu

Salvador do Paraguaçu ou Salvador Roger Pereira de Souza, é jornalista editor fundador do periódico O Paraguaçu em circulação desde 1976. Solteiro (divorciado) é um ambientalista dedicado em defesa do Rio Paraguaçu. Para tanto criou a ONG Fundação Paraguaçu, com a qual promove o Projeto Cariangó, que tem por meta o plantio de 1.0 milhão de árvores nativas na região do médio Paraguaçu e Chapada Diamantina. O projeto conta com a participação de empreendedores, muitos voluntários e recebe apoio da Fundação Interamericana - IAF, que firmou o convênio BR-898 com a doação de U$49.0 mil dólares, em apoio a etapa inicial da meta de 1.0 milhão de árvores a serem plantadas em cinco anos. O ano inicial é 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close